TESTEMUNHOS

O que dizem de nós

 

Birgitte Ebbesen, Diretora Regional da IFRC para a Europa, disse que centenas de milhares de voluntários da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho na Europa e na Ásia Central estão a trabalhar incansavelmente para conter a propagação da pandemia.“Estamos realmente gratos por este apoio, que permite um envolvimento ainda mais forte da Cruz Vermelha Europeia e do Crescente Vermelho. Os nossos voluntários já estão a trabalhar 24 horas por dia para manter as suas comunidades locais seguras e saudáveis. Além dos testes à COVID-19, eles também auxiliam no transporte de doentes, são voluntários em hospitais e centros de saúde onde o pessoal médico está infectado pelo Covid-19 e prestam serviços de atendimento ao domiciliao e apoio psicossocial a pessoas vulneráveis. Estamos profundamente gratos pela sua dedicação e trabalho altruísta.”

Stella Kyriakides, Comissária da UE para a Saúde e Segurança Alimentar disse: “Os testes indicam qual a extensão da propagação, onde está e como se desenvolve. É uma ferramenta decisiva para desacelerar a disseminação da COVID-19. Ser eficiente nos testes, também exige ter os recursos necessários, razão pela qual estamos a avultar o nosso apoio para aumentar a capacidade de testagem dos Estados Membros. Apoio e solidariedade são fundamentais para superar esta pandemia”.

Francisco George, Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa reforça a importância deste apoio na sociedade nacional “ à Cruz Vermelha Portuguesa foi atribuída a verba de 11 milhões de euros, de um montante total de 35,5 milhões, o que representa uma grande ajuda para as respostas de controlo e prevenção da Pandemia. Com este apoio vamos continuar a apoiar o Estado, as portuguesas e os portugueses.

Francisco José Fonseca Rijo, Comandante da Unidade de Intervenção da Guarda Nacional Republicana partilha que “é nos momentos de adversidade que conhecemos aqueles com podemos contar, pelo que não poderia manifestar o meu reconhecimento pela pronta e importante disponibilidade de recursos. Em meu nome e de todos os militares que servem na Unidade de Intervenção, agradeço o apoio prestado, manifestando a minha disponibilidade para colaborar com V.Ex.ª no que considerar conveniente.”

Pedro Ramos, Secretário Regional da Saúde da Região Autónoma da Madeira enaltece a importância do trabalho em equipa. “Cerca de 24.000 testes rápidos de deteção do antigénio do SARS-CoV-2, gentilmente cedidos pela Cruz Vermelha Portuguesa. Estes testes têm provado ser um recurso muito eficaz no controlo dos surtos e rastreio em instituições, permitindo uma rápida tomada de decisão. Em nome da população da Região Autónoma da Madeira, a nossa profunda gratidão à Cruz Vermelha Portuguesa.”

Contacte-nos

Ligue 1415

[email protected]

Siga-nos nas redes sociais

Sugestões/Reclamações
[email protected]

© 2021 Coordenação Nacional de Emergência – Todos os direitos reservados – Licenciado pela União Europeia, sob determinadas condições

Este microsite e todos os conteúdos foram produzidos com o apoio da União Europeia. Todos os conteúdos são da responsabilidade da Coordenação Nacional de Emergência da Cruz Vermelha Portuguesa e não refletem, necessariamente, a visão da União Europeia.